Segunda-feira, 22 de outubro de 2018
» Busca interna
» Busca no Google
» Órgãos federais
» Governo federal
» Senado
» Câmara
» STF
» TSE
» STJ
» TCU
» Estados
» Alagoas
» Bahia
» Ceará
» Maranhão
» Paraíba
» Pernambuco
» Piauí
» Rio Grande do Norte
» Sergipe
» Políticos
Escolha o Partido
» Notícias via email
» Jornais online
» Últimas Notícias
Bancada do Nordeste. Pedro Eugênio se diz satisfeito com renegociações de dívidas rurais apresentados pelo BNB; Ele defende que bancada se reúna com Ministério da Fazenda para procurar solução para os que ficaram de fora deste novo modelo de renegociação
13/06/2013 - 21:26h - Genésio Araújo Jr
(Brasília-DF, 29/05/2013) O deputado Pedro Eugênio (PT-PE), coordenador da Bancada do Nordeste, afirmou nesta quarta-feira, 29, que está satisfeito com o número de renegociações de dívidas rurais que foi apresentado nesta manhã pelo presidente do Banco do Nordeste (BNB), Ari Joel Lanzarin.

A declaração do petista pernambucano ocorreu após o encerramento do tradicional "café -nordestino" promovido pela Bancada do Nordeste na Câmara dos Deputados, oportunidade em que o representante da instituição financeira federal apontou que mais de 383 mil operações de créditos rurais da região foram renegociadas, totalizando mais de R$ 3 bilhões.

No entanto, o coordenador da Bancada do Nordeste destacou que apesar dos bons números apresentados pelo BNB, ele está articulando a realização de uma nova reunião que ainda não tem nenhuma data definida com os representantes do Ministério da Fazenda para, em conjunto com aquela pasta, tentar solucionar os casos dos agricultores que não estão sendo atendidos pelas novas regras de renegociação das dívidas rurais.

Ele se disse empolgado com a possível realização de um fórum de entidades nordestinas para discutir o Nordeste.

Estas e outras declarações do parlamentar pernambucano podem ser conferidas na entrevista que ele concedeu após a realização do encontro da Bancada do Nordeste desta quarta-feira que a Política Real publica na sua integralidade.

Política Real: Como o Srº analisa este encontro aqui da Bancada do Nordeste?

Pedro Eugênio: A minha avaliação é extremamente positiva. Nós tivemos um encontro, inclusive, num dia que não é muito favorável devido ao encerramento dos trabalhos (ocorridos) na véspera e nós tivemos uma presença recorde de parlamentares, o que mostra a força da nossa bancada e, também, o interesse que a Bancada tem na ação do Banco do Nordeste.

A proposta (do encontro) não é a importância que o Banco do Nordeste tem no desenvolvimento da região. Portanto, tivemos aqui a palestra-exposição do nosso presidente do Banco do Nordeste, Ari Joel (Lanzarin), que respondeu as perguntas de todos que quiseram formulá-las e mais do que responder as perguntas, nesse processo, surgiram ideias como da realização de um fórum de entidades federais que atuam no desenvolvimento do Nordeste.

Este fórum será, com certeza, muito produtivo, já que tivemos a visita hoje do superintendente da Sudene (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste), (Luiz Gonzaga) Paes Landim, que fez algumas observações pertinentes sobre as necessidades do órgão e do apoio da Bancada neste sentido e nós faremos uma reunião depois com a Sudene. E aí ficou evidente de fazermos uma monitoração entre Banco do Nordeste, Sudene, Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco) e DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra às Seca) e que suas atuações devem estar coordenadas.

Portanto, esse fórum terá a primeira reunião lá (na sede) do Banco do Nordeste (em Fortaleza-CE) num Congresso bem no dia de aniversário (de fundação) do Banco e, deste Congresso, a Bancada participará com certeza.

Política Real: Nós questionamos o presidente do Banco sobre a articulação da Bancada do Nordeste na possibilidade de avançar na questão das dívidas rurais e ele disse que o Banco está preparado. Qual a sua avaliação sobre isso?

Pedro Eugêncio: Olha, o Banco demosntrou aqui na apresentação que o presidente fez, que está atuando de acordo com as Medidas Provisórias (já convertidas em Leis) que regulamentaram a matéria e, também, nas resoluções do Conselho Monetário Nacional (CMN) que tem avançado muito na renegociação das dívidas, além da atuação normal, financiando o desenvolvimento da região.

Mas especificamente no que diz respeito a seca, (o BNB) tem números já expressivos, com mais de R$ 3 bilhões já renegociados e mais de 300 mil operações feitas. Então são números expressivos. Evidentemente que acontecem aqui e acolá, quando nós fazemos as discussões sobre dívida, produtores que por diversas razões não se enquadram na Lei e que reivindicam o enquadramento.

E aí, por isso, estamos solicitando uma reunião com o Ministério da Fazenda que é quem define as políticas e não o Banco do Nordeste o foco deste tipo de discussão, que (apenas) executa o que a Lei define e nós vamos discutir com o Ministério da Fazenda justamente casos que não estejam enquadrados, mas com a convicção pela exposição que aqui ouvimos, de que a larga maioria dos produtores atingidos pela seca estão aptos a fazerem as suas renegociações.

(por Humberto Azevedo, especial para Agência Política Real, com edição de Genésio Jr.)
Mais Notícias
20/09 | 16:20h - Gil Maranhão
Edvaldo Moura diz que extinção de zonas eleitorais "é danosa aos interesses da democracia representativa, ao eleitor e à Justiça Eleitoral"

(Brasília-DF, 20/09/2017) O vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado Piauí (TRE-PI) e membro da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), desembargados Edval...
10/07 | 13:42h - Humberto Azevedo e GAJ
Bancada do Nordeste. Pedro Eugênio afirma que aprovação da Agência Nacional de Assistência Técnica Rural será fundamental para o semiárido

26/06/2013 - 16:30h - Humberto Azevedo e GAJ (Brasília-DF, 26/06/2013) O deputado Pedro Eugênio (PT-PE) afirmou nesta quarta-feira, 26, que a aprovação do Projeto de Lei ...
13/06 | 21:26h - Genésio Araújo Jr
Bancada do Nordeste. Pedro Eugênio se diz satisfeito com renegociações de dívidas rurais apresentados pelo BNB; Ele defende que bancada se reúna com Ministério da Fazenda para procurar solução para os que ficaram de fora deste novo modelo de renegociação

(Brasília-DF, 29/05/2013) O deputado Pedro Eugênio (PT-PE), coordenador da Bancada do Nordeste, afirmou nesta quarta-feira, 29, que está satisfeito com o número de renegociaçõ...
13/06 | 21:11h - Maurício Nogueira e GAJ
Bancada do Nordeste. O coordenador do grupo ser reúne com Presidente do Senado e apresenta plano de ação para o desenvolvimento do Nordeste

(Brasília-DF 13/06/2013) A formação de uma comissão mista Senado/Câmara que desenvolverá propostas pré-definidas para a União, estados e municípios, que visem aperfeiçoar as p...
27/01 | 22:04h - Humberto Azevedo e GAJ
ESPECIAL DE FIM DE SEMANA. Pernambucano que presidiu a Comissão do Trabalho na Câmara em 2011 destaca aprovação do Fumpresp Sílvio Costa (PTB-PE) destacou ainda rejeição por parte do Colegiado à Convenção 158 da OIT, além de afirmar que em 2012 o parlamento precisa debater uma reforma trabalhista

(Brasília-DF, 27/01/2012) O deputado Sílvio Costa (PTB-PE), que presidiu a Comissão do Trabalho na Câmara em 2011, afirmou com exclusividade para a reportagem da Agência Polít...
27/01 | 22:01h - Gil Maranhão e GAJ
ESPECIAL DE FIM SEMANA. "É preciso uma correlação de forças mais favorável para que Dilma faça as reformas estruturantes", diz Luciana Santos. Ex-prefeita de Olinda (PE), a deputada federal Luciana Santos (PCdoB) fala com exclusividade à nossa reportagem sobre seu mandato, os grandes desafios do Congresso e do governo Dilma

Gil Maranhão Agência Política Real (Brasília-DF, 28/01/2012) "O exercício deste mandato tenho sido para mim um grande aprendizado", desabafou a deputada feder...
» Áudio
ID:
Senha:

Apóiam essa idéia:
Bancada do Nordeste 2005 - Política Real - Todos os direitos reservados
Contato: redacao@bancadadonordeste.com.br