Segunda-feira, 22 de janeiro de 2018
» Busca interna
» Busca no Google
» Órgãos federais
» Governo federal
» Senado
» Câmara
» STF
» TSE
» STJ
» TCU
» Estados
» Alagoas
» Bahia
» Ceará
» Maranhão
» Paraíba
» Pernambuco
» Piauí
» Rio Grande do Norte
» Sergipe
» Políticos
Escolha o Partido
» Notícias via email
» Jornais online
» Últimas Notícias
Bancada do Nordeste
Deputado prevê que microdestilarias beneficiariam três milhões de nordestinos
19/09/2013 - 00:44h - Humberto Azevedo
18/09/2013 22h09
Deputado prevê que microdestilarias beneficiariam três milhões de nordestinos
Ariosto Holanda fez sua exposição durante encontro da Bancada Nordestina com o presidente da Petrobras Biocombustíveis

Deputado Ariosto Holanda (PSB-CE)

(Brasília-DF, 18/09/2013) O deputado Ariosto Holanda (PSB-CE) afirmou nesta quarta-feira, 18, que se a produção de biodiesel acontecesse nas pequenas e microdestilarias situadas no interior do Nordeste, mais de três milhões de pessoas seriam beneficiadas.

Para o deputado socialista, caso o programa de biodiesel levado a cabo pela Petrobras Biocombustíveis englobasse a produção nestes lugares, isso representaria a inclusão de mais de 500 mil famílias do semiárido nordestino na cadeia produtiva do combustível renovável.

A declaração do parlamentar cearense ocorreu durante o "café da manhã" que a Bancada do Nordeste promoveu nesta quarta, no restaurante do 10º andar do Anexo IV da Câmara dos Deputados, que colocou o presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto, frente a frente com os deputados da região.

Durante a sua intervenção, ainda, o socialista cearense afirmou, que a mamona − por ora descartada pelo dirigente da Petrobras Biocombustíveis para ser utilizada como matéria-prima do biodiesel − precisa apenas que sejam feitas mais pesquisas sobre a oleaginosa, típica do bioma da caatinga, para que a cultura seja melhor aproveitada pelo programa.

Agricultura familiar

"E a minha ideia é resgatar esse programa, que visa à produção de biocombustível a partir da agricultura familiar. Pelos meus cálculos, se a gente viabilizar esse programa, no mínimo, três milhões de pessoas produzirão biocombustível", garantiu o deputado Ariosto Holanda.

De acordo, com o socialista cearense, ele fez ainda um encaminhamento ao dirigente Rossetto para que se possa constituir um Grupo de Trabalho para estudar a possibilidade de se colocar no Banco do Nordeste um programa exclusivo de biocombustível para a região, que poderia abrir linhas de créditos e financiamento para a realização de pesquisas sobre a mamona.

"E aí, a gente vai resolver os problemas ligados, sobretudo, à produtividade da mamona e de outras oleaginosas", destacou Ariosto.

Subsídios

Já os deputados Afonso Florence (PT-BA) e Júlio César (PSD-PI) afirmaram, durante o debate com Miguel Rossetto, que o programa de produção do biodiesel a partir de oleaginosas típicas da vegetação nordestinas só terão sucesso com a adoção de políticas que ofereçam subsídios na fomentação dos projetos dos biocombustíveis.

O pessedista piauiense frisou que sem subsídios o uso de oleaginosas endêmicas do Nordeste estará "fadado ao fracasso". Já o petista baiano destacou que estes subsídios devem vir com a ampliação das isenções fiscais destinadas às várias cadeias produtivas dos biocombustíveis que sejam alternativos ao uso da soja no programa.

Microdestilarias

O deputado Jesus Rodrigues (PT-PI) foi na mesma linha do cearense Ariosto Holanda. O petista piauiense pediu que a Petrobras Biocombustíveis abra um convênio com as várias microdestilarias localizadas no Nordeste para aumentar a produção do etanol proveniente da cana-de-açúcar.

O deputado Amauri Teixeira (PT-BA) foi outro que foi na mesma linha do deputado Ariosto Holanda. Só que o petista baiano entende que a Petrobras Biocombustíveis precisa lançar mais ações de pesquisas para usar as diversas oleaginosas encontradas típicas da região do semiárido.

Parceria com a Embrapa

Para o deputado Fernando Ferro (PT-PE), a Petrobras Biocombustíveis só passará a usar "mais" a mamona como matéria-prima básica do biodiesel se houver um convênio ou uma parceria da nova empresa do setor de combustíveis renováveis com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA).

Mandioca

Por sua vez, o deputado Paulão (PT-AL) pediu que a Petrobras Biocombustíveis amplie as pesquisas que transformam o óleo extraído da mandioca em biodiesel. Segundo o petista alagoano, o uso da mandioca de farta produção no Nordeste no programa dos combustíveis renováveis iria auxiliar "bastante" o desenvolvimento da região.

Bons resultados

Por fim, a deputada Fátima Bezerra (PT-RN) destacou os investimentos que a Petrobras Biocombustíveis vem fazendo no Rio Grande do Norte, onde está aproveitando a "boa" capacidade efetiva das microalgas encontradas em abundância naquele Estado para produzir biodiesel.

(por Humberto Azevedo, especial para Agência Política Real, com edição de Valdeci Rodrigues)
Mais Notícias
15/04 | 14:26h - Gil Maranhão e GAJ
BANCADA DO NORDESTE - Camilo Santana pede atenção de congressistas do NE “para que nenhum projeto venha tornar ainda mais difícil a situação dos estados”

(Brasília-DF, 15/04/2015) O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) fez uma apelo nesta quarta-feira, 15, durante o Encontro de Governadores da Nordeste, em Brasília-DF, para...
26/03 | 19:42h - Gil Maranhão
BANCADA DO NORDESTE – Danilo Forte afirma que escolha de Júlio é uma vitória da meritocracia e pede atenção ao BNB, DNOCS e Sudene

(Brasília-DF, 26/03/2015) O deputado federal Danilo Forte (PMDB-CE) afirmou nesta quinta-feira, 25, que a definição do nome do deputado Júlio César (PSD-PI) para assumir a coo...
26/03 | 19:42h - Gil Maranhão
BANCADA DO NORDESTE – José Guimarães defende a unidade e diálogo entre novatos e experientes para fortalecer colegiado nordestino

(Brasília-DF, 26/03/2015) O Líder do Governo na Câmara e ex-coordenador da Bancada do Nordeste no Congresso Nacional, deputado José Guimarães (PT-CE) afirmou nesta quinta-feir...
26/03 | 18:36h - Gil Maranhão
BANCADA DO NORDESTE – “É preciso a apropriação coletiva de temas como transposição do S. Francisco e refinarias”, diz Odorico Monteiro

(Brasília-DF, 26/02/2015) O deputado federal Odorico Monteiro (PT-CE) defendeu nesta quinta-feira, 26, que a Bancada do Nordeste deve se apropriar de temas de grande relevânci...
09/04 | 20:24h - Humberto Azevedo
Bancada do Nordeste - Ariosto Holanda pede ao BNDES estudo para promover desenvolvimento integrado

(Brasília-DF, 09/04/2014) O deputado Ariosto Holanda (PROS-CE) pediu nesta quarta-feira, 9, ao presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luci...
13/11 | 18:14h - Humberto Azevedo
Bancada do Nordeste. Dois deputados dizem que a guerra fiscal ajudou o Ceará a industrializar-se

(Brasília-DF, 13/11/2013) Os deputados Gorete Pereira (PR-CE) e Vicente Arruda (PROS-CE) afirmaram nesta quarta-feira, 13, que a guerra fiscal ajudou o Estado do Ceará a indus...
» Áudio
ID:
Senha:

Apóiam essa idéia:
Bancada do Nordeste 2005 - Política Real - Todos os direitos reservados
Contato: redacao@bancadadonordeste.com.br